Ning: O lugar certo para exercer a webcidadania

O Ning, conhecido como a "rede das redes" é a plataforma que proporciona falar e ser ouvido pelas pessoas interessadas no assunto. O lugar certo para a prática da webcidadania.

Ser o Mark Zuckerberg e criar uma plataforma de comunicação que faça sucesso no mundo inteiro é tarefa de poucos, mas que muitos gostariam de ter realizado. Porém, criar sua própria rede social online é possível com o Ning.

Nos meus cursos de comunicação social online, sempre cito o Ning como umas das melhores mídias sociais do mundo, pois nela, cada usuário pode criar a sua própria rede social e aderir a redes de usuários que partilhem os mesmos interesses.

Se tornando assim, a melhor plataforma para webcidadania, pois há mais relevância nas postagens, há mais engajamento, discussões e oferece também uma facilidade maior de compartilhamento de conteúdo.

Recursos do Ning

Os módulos disponibilizados pelo site: 
  • Alertas;
  • Bate-papo;
  • Caixa de entrada para envio de mensagens;
  • Eventos;
  • Fórum;
  • Fotos;
  • Grupos;
  • Vídeos.
Resumidamente: O que é webcidadania

O conceito de cidadania nasceu na Grécia antiga (VIII A.C) e sua ideia era apontar os direitos dos cidadãos. Todavia, não era apenas os direitos que tratava-se, pois cobrava-se muito sobre a questão do ativismo político dos moradores da cidade, questão explanada muitas vezes por Aristóteles em suas teorias.

Webcidadania mais do que ter direitos e deveres, é também uma premissa para promover mudanças, porém, num âmbito virtual. Algo que vemos muito no Brasil (com certa petulância) nos períodos de campanhas eleitorais.

Exemplos de webcidadania

Vote na Web
site vote na web webcidadania
No ar desde novembro de 2009, o Vote na Web ajuda o internauta a acompanhar projetos de lei em tramitação no Congresso.

Um ótimo exemplo de webcidadania e informação política.



Oásis Mundi
O Oásis Mundi é uma iniciativa social global de mobilização cidadã de domínio livre, que lança mão da contribuição espontânea para a rápida construção de espaços comunitários e restauração de ambientes degradados.

Vale ressaltar que a mídia social usada por eles é o Ning e além de serem exemplos de webcidadania, são um exemplo de uso da plataforma.


Considerações finais

Temos a ferramentas, sabemos para que serve e como usá-la. Agora basta exercer o papel de cidadão também na internet e não só na época de campanhas eleitorais.
Lembre-se que os ausentes nunca têm razão!

Sobre o autor: Publicitário, especialista em redes sociais e social media marketing. Palestrante, blogueiro, solteiro e apaixonado por literatura. Facebook | Twitter | LinkedIn | Google+ | [ Saiba Mais ]